A instalação hidráulica é o conjunto de tubulações, conexões, registros e outros componentes utilizados para a condução de água e esgoto em residências, empresas e outros estabelecimentos. A sua instalação correta é fundamental para garantir a segurança e a qualidade do fornecimento de água e a correta disposição de resíduos líquidos. 

Neste artigo, vamos explicar o que é a instalação hidráulica, passo a passo da instalação, equipamentos e materiais, e alguns cuidados que você deve ter.

Tipos de instalação hidráulica

Existem basicamente dois tipos de instalação hidráulica: a de água e a de esgoto.

Instalação hidráulica de água

A instalação hidráulica de água é responsável por conduzir a água potável desde a rede pública ou poço artesiano até os pontos de consumo, como torneiras, chuveiros, etc. É composta por tubos, conexões, registros e dispositivos de controle de pressão e vazão. Os materiais mais comuns para essa instalação são o PVC, o PPR e o cobre.

instalação hidráulica

O PVC é mais utilizado em instalações residenciais, enquanto o PPR é mais comum em edifícios comerciais. Já o cobre é utilizado principalmente em sistemas de aquecimento.

Instalação hidráulica de esgoto

A instalação hidráulica de esgoto é responsável por conduzir os resíduos líquidos gerados pelos pontos de consumo até a rede pública de esgoto ou fossa séptica. É composta por tubos, conexões e caixas de inspeção. Os materiais mais comuns para essa instalação são o PVC e o ferro fundido. O PVC é mais utilizado em instalações residenciais, enquanto o ferro fundido é mais comum em edifícios comerciais.

Você pode encontrar diversos tipos de tubo para fazer sua instalação hidráulica, cada um com suas características e indicações específicas. Aqui estão alguns dos tipos mais comuns de tubos usados na instalação hidráulica:

Tubos de PVC

Os tubos de PVC são uma opção comum e popular para instalações hidráulicas residenciais. Eles são leves, duráveis, fáceis de instalar e resistentes à corrosão. Além disso, os tubos de PVC são relativamente baratos em comparação com outros tipos deste material.

Tubos de PPR

Os tubos de PPR (Polipropileno Copolímero Random) são uma opção mais recente na instalação hidráulica. Eles são resistentes à corrosão, têm baixa condutividade térmica e são mais flexíveis que os tubos de PVC. Eles também são resistentes a altas temperaturas e pressões, o que os torna ideais para uso em sistemas de aquecimento.

Leia Também:  Encanamento: Passo a Passo para Manutenção e Instalação

Tubos de cobre

Os tubos de cobre são uma opção mais cara, mas altamente eficiente para instalações hidráulicas. Eles são resistentes à corrosão e têm alta condutividade térmica. Os tubos de cobre são frequentemente usados em sistemas de água quente, pois podem suportar altas temperaturas.

Tubos de ferro galvanizado

Os tubos de ferro galvanizado são uma opção mais pesada e mais cara para instalações hidráulicas. Eles são revestidos com uma camada de zinco para protegê-los da corrosão. Os tubos de ferro galvanizado são frequentemente usados em sistemas de água e esgoto, bem como em sistemas de sprinklers.

Tubos de polietileno

Os tubos de polietileno são uma opção mais flexível e durável para instalações hidráulicas. Eles são resistentes à corrosão e podem suportar altas pressões e temperaturas. Os tubos de polietileno são frequentemente usados em sistemas de irrigação e em instalações subterrâneas.

É importante escolher o tipo correto de tubo para a aplicação correta, levando em consideração o ambiente, a pressão, a temperatura e o orçamento disponível para a instalação.

Como fazer a instalação hidráulica

O passo a passo para fazer a instalação hidráulica pode variar conforme as especificidades de cada projeto, mas em geral, o processo pode seguir as seguintes etapas:

instalação hidráulica

Planejamento: É necessário que se tenha um projeto hidráulico detalhado para garantir que todas as necessidades do imóvel sejam atendidas. O projeto deve incluir a localização dos pontos de água, esgoto, caixa d’água, cisternas, sistemas de descarga, entre outros.

Preparação: Nesta etapa, deve-se definir a rota dos canos e a posição dos pontos de água, esgoto e outros acessórios, como torneiras, registros e chuveiros. Também é fundamental verificar se os materiais necessários estão disponíveis e em boas condições.

Instalação das tubulações na laje: Antes da concretagem da laje, os tubos e conexões devem ser instalados. Nesta etapa, é definido o tamanho da caixa d’água e outras saídas de água do piso superior.

Instalação das tubulações de água fria e quente: Neste passo as paredes já estão erguidas e ocorre a preparação e instalação dos encanamentos de água fria e quente, que são embutidos na estrutura de alvenaria.

Instalação da tubulação na laje: Antes da concretagem da laje, os tubos e conexões devem ser instalados, definindo-se o tamanho da caixa d’água e outras saídas de água do piso superior. É essencial instalar corretamente os encanamentos de água fria e quente, embutindo-os na estrutura de alvenaria após as paredes serem levantadas.

Leia Também:  Como Fazer a Instalação Hidráulica de Banheiro

Instalação da caixa: Essa etapa é uma das mais cruciais, geralmente feita após a colocação do telhado. Este processo garante o abastecimento adequado das saídas de água da casa, com o fluxo correto.

Teste de estanqueidade: É importante realizar o teste de estanqueidade depois que a instalação de todos os encanamentos e registros foi feita, mas antes do fechamento das aberturas na alvenaria e a instalação do revestimento. Esse teste verifica a conduta das instalações e identifica falhas e vazamentos que devem ser corrigidos antes de finalizar a parede. Seguir essas etapas com precisão é fundamental para garantir um sistema hidráulico eficiente e durável em sua construção.

Lembre-se de que a instalação hidráulica é uma tarefa complexa e que deve ser realizada por profissionais especializados e com conhecimento técnico. Qualquer erro na instalação pode resultar em vazamentos, rompimentos ou outros problemas, que podem comprometer a segurança e a qualidade

Equipamentos e materiais fundamentais para realizar a instalação hidráulica

Você pode se deparar com diversos equipamentos que são necessários para fazer uma instalação hidráulica, sendo alguns dos mais comuns:

  1. Chave de grifo: é uma ferramenta utilizada para apertar e soltar conexões de tubos.
  2. Cortador de tubos: uma ferramenta usada para cortar tubos de diferentes materiais, como PVC, cobre, aço inoxidável, entre outros.
  3. Alicate de pressão: um alicate que pode ser ajustado para segurar e apertar com diferentes níveis de pressão.
  4. Serra-copo: é uma ferramenta usada para cortar furos em paredes ou superfícies para a instalação de tubos.
  5. Maçarico: é uma ferramenta usada para aquecer e soldar tubos de metal.
  6. Nível: é uma ferramenta usada para garantir que as tubulações estejam niveladas e alinhadas corretamente.
  7. Martelo: é uma ferramenta usada para fixar suportes e conexões de tubos na parede ou outras superfícies.
  8. Trena: é uma ferramenta usada para medir comprimentos de tubos e outras dimensões durante a instalação hidráulica.
  9. Furadeira: é uma ferramenta usada para fazer furos em paredes e outras superfícies para a instalação de suportes e conexões.

Esses são alguns dos equipamentos básicos utilizados para fazer instalações hidráulicas. No entanto, dependendo da complexidade da instalação, outros equipamentos mais especializados podem ser necessários.

Para fazer uma instalação hidráulica, é necessário ter uma série de materiais, incluindo:

  1. Tubos: os tubos podem ser feitos de diversos materiais, como PVC, cobre, ferro galvanizado, PPR, entre outros, e são usados para transportar a água e outros fluidos.
  2. Conexões: as conexões são úteis para conectar os tubos e direcionar o fluxo de água. Existem diversos tipos de conexões, como cotovelos, tees, luvas, uniões, entre outros.
  3. Válvulas: as válvulas são utilizadas para controlar o fluxo de água e interrompê-lo quando necessário. Há diversos tipos de válvulas, como válvulas de esfera, de retenção, de agulha, entre outras.
  4. Registros: os registros são usados para permitir o acesso aos tubos em caso de manutenção ou reparo. Existem registros de diferentes tipos e tamanhos, como registros de gaveta, de esfera, entre outros.
  5. Caixas d’água: as caixas d’água são utilizadas para armazenar água e distribuí-la para as torneiras e outros pontos de uso. Elas podem ser feitas de diferentes materiais, como polietileno, fibra de vidro, aço inoxidável, entre outros.
  6. Bombas: as bombas são usadas para aumentar a pressão da água e garantir um fluxo constante em toda a instalação hidráulica. Existem vários tipos de bombas, como centrífugas, submersíveis, entre outras.
  7. Suportes e fixadores: os suportes e fixadores são usados para fixar os tubos e conexões na parede ou em outras superfícies. Eles são importantes para garantir que a instalação fique firme e segura.
Leia Também:  Segurança e tranquilidade para sua casa

Esses são alguns dos materiais básicos utilizados para fazer instalações hidráulicas. Contudo, a escolha dos materiais pode variar de acordo com as necessidades específicas de cada instalação.

Ao realizar a instalação hidráulica, leve em consideração a altura dos acessórios, como torneiras e registros, em relação ao piso e à saída de água. Cada dispositivo hidráulico possui uma altura padrão, porém, essa medida pode ser alterada de acordo com as necessidades do projeto. É crucial contratar um profissional qualificado para fazer o cálculo das medidas e seguir as normas técnicas.

Em suma, para assegurar uma instalação hidráulica eficiente e durável, é importante ter um projeto hidráulico bem elaborado e profissionais capacitados para executá-lo, como a equipe da Detecta. Nossa equipe conta com profissionais altamente qualificados para realizar diversos serviços em sua casa ou em seu estabelecimento. Não deixe de pedir um orçamento e saber de todos os benefícios que você terá ao contar com a equipe da Detecta. 

 

Compartilhar Conteúdo